Barbie: Jogos, Site, Video, Filmes, Fotos, Desenhos, Casa, Quero Ser

Nunca um brinquedo refletiu tão bem o comportamento de uma época quanto a quarentona Barbie, uma boneca que acompanhou todas as mudanças dessas últimas quatro décadas. Ela é rica, bonita, famosa e está sempre na moda. Tem o namorado "perfeito" e muitos amigos que a adoram. O mundo Barbie é cor-de-rosa, feito de sonhos e fantasia, onde tudo é possível. É o que garante o slogan "be anything".

A Barbie é um sucesso absoluto, tanto em vendas [é a boneca mais vendida no mundo. São 120 milhões de exemplares a cada ano, o que significa que duas Barbies são vendidas por segundo] quanto em popularidade [ela é a queridinha de crianças e adultos de todo lugar].

A história da Barbie

A Barbie é uma boneca e foi criada por Ruth Handler e o seu marido Elliot Handler em 1959, que tinham uma filha de nome Barbara. Observavam Barbara que brincava apenas com bonecas bebês quando criança. A menina era apaixonada por bonecas. Quando cresceu, já pré-adolescente, seu pai observou que Barbara ainda brincava com as suas bonecas. Então, a sua mãe, Ruth Handler, teve a ideia de criar uma boneca adolescente. O modelo original da Barbie foi baseado numa boneca erótica alemã. O primeiro lote de bonecas Barbie era tão parecido com a boneca original, que a Mattel teve de pagar uma indenização.

Lançamento

Encomendada ao designer Jack Ryan, em 1958, ela foi lançada oficialmente na Feira Anual de Brinquedos de Nova York, a 9 de Março de 1959. A imagem da Barbie sempre foi a de uma top model, símbolo de beleza e juventude.

Ruth e Eliot Handler eram donos da empresa de brinquedos Mattel, fabricando a Barbie que foi vendida a 3 dólares os primeiros exemplares, que teve 340.000 bonecas do primeiro exemplar.

Logo após o seu sucesso de vendas foram criadas outros modelos de Barbies e logo a Barbie também ganhou uma família: em 1961 chega seu namorado Ken. E vivia no mundo da moda. A Barbie também foi a primeira boneca a ser maquiada e a receber acessórios. Continuou a sua trajetória em 1960, lançou novos modelos agora ainda mais inspirados na moda contemporânea.

Ken

Ken também sempre acompanhou a moda da época, e variava o corte do cabelo de acordo com o último estilo.

Anos 60

A Barbie também foi a primeira boneca a ser maquiada e a receber acessórios. Continuou a sua trajetória em 1960 lançou novos modelos agora ainda mais inspirados na moda contemporânea como a moda de 1950.

Os anos 60 corriam e a Barbie era a típica garota estadunidense, com seu twin-set de lã e faixas no cabelo e perucas que vinham em três cores: loura, castanha e ruiva.

  • Em 1962, se vestiu de Jacqueline Kennedy, exemplo de elegância, com o famoso tailleur cor-de-rosa.

  • Em 1968, seu rosto ganhou um aspecto ainda mais jovem, com longos cílios e olhos azuis. Fechando a década, roupas floridas, estampas psicodélicas, grandes óculos e uma nova amiga, a primeira boneca negra, Christie 1969. Também começaram a ser criadas as Barbies de Lingeries.

Anos 70

Durante os anos 70, criou se mais uma "amiga" da Barbie, Stacy. E a Barbie inspirada pela juventude e influenciada pela época, adotou um visual hippie. Foi criado também o estilo Malibu em 1971 de cabelos louros e claros e pele bronzeada. Ken também ganhou uma versão John Travolta inspirada na onda Disco e no filme "Embalos de Sábado à Noite".

O casal encarnou várias celebridades da época, a bordo de seu novo carro um modelo rosa-choque esportivo.

Em 1972, ela ganhou um trailer, passaporte para uma vida mais próxima à natureza, com suas saias de retalhos e vestidos românticos estilo Laura Ashley.

Anos 80

Os anos 80 foram marcados pelo glamour e mistura de proporções das roupas. Barbie apareceu em versão seriado Dallas com muito glitter e lábios vermelhos.

As roupas foram marcadas por transparências e mangas bufantes. A maquiagem tornou-se mais obrigatória ainda e a Barbie se tornou muito mais glamurosa. Foi nesse período que iniciou-se a produção de bonecas para colecionadores.

Em 1980, teve início a coleção étnica, com Barbies vestidas de roupas típicas de vários países. Exemplos: México, Chile, Jamaica, Brasil, Inglaterra, Holanda, França, Itália, Japão e Nigéria. Ela se veste também como pessoas famosas.

Anos 90

Barbie em 1990 chegou dirigindo uma Ferrari, se divertindo, cantando e dançando. Seus cabelos estavam mais compridos que nunca e suas roupas cada vez mais sofisticadas. Em 1992, sempre politicamente "correta", ela se candidatou à presidência dos Estados Unidos.

Em 1996, ela ganhou uma amiga paraplégica, Becky, que vinha com uma cadeira de rodas. Ken ganhou uma versão Brad Pitt em 1999. No mesmo ano, foram lançadas Barbies com rostos de modelos famosas como Naomi Campbell.

Anos 2000

Sempre acompanhando os momentos sociais, ela chega ao ano 2000 mostrando que é uma mulher moderna que trabalha e possui acessórios como celular e computador. Em 2003, a Mattel lançou uma linha paralela da Barbie, a My Scene. Ela ganhou uma cara mais jovem e moderna, tudo para conquistar as meninas que preferiam bonecas mais ousadas, como as Bratz. A partir de 2006, a Barbie vem ganhando uma nova cara, mais adolescente, que adora esportes e moda (claro). Em 2007, a Mattel lançou a nova geração da Barbie,que mistura a boneca com o iPod.

Você acreditam que Barbie estava a serviço do Diabo?

Já que vc perguntou... Quem pergunta quer saber...

vamos falar sobre a BARBIE. A boneca Barbie INFLUÊNCIA a sexualidade da menina para que ela a desenvolva antes do tempo e também TIRA A INOCÊNCIA DA CRIANÇA da criança ANTES do tempo. Olhe isso, todas as crianças que brincam com a boneca Barbie, deseja no fundo do seu coração ter um CORPO como o da Barbie. Se você perguntar para os seus PAIS, eles dirão como eram as BONECAS NO PASSADO. Eram retas, sem curvas, sem seios. O di.. tem suas artimanhas, ele é mais inteligente que eu e você juntos.

A bíblia diz: O meu povo se perde por falta de conhecimento.

Existem bonecas e bonecos que são consagrados ao maligno.

A Influência da Barbie

Barbie e sua influência na vida das meninas de todo o mundo.

A Boneca Barbie foi criada em 1958, pioneira na configuração de um modelo corporal que talvez seja o mais tirânico da história ocidental. Mesmo após tantos anos essa boneca continua sendo um ícone de padrão de beleza dos mais insistentes. Tendo habitado na infância de meninas do mundo inteiro por quase meio século, a Barbie tornou-se um verdadeiro clássico nas imposições das leis do corpo perfeito em nossa sociedade. Ela é a líder de venda entre todas as bonecas jamais criadas.

A história da Barbie é muito eloqüente cujo corpo ousou imitar as formas de uma mulher adulta, enquanto os brinquedos mais tradicionais destinados as meninas sempre reproduziram a figura do bebê ou de uma criança. Apesar das convulsões iniciais, hoje sua imagem é considerada perfeitamente normal. Um modelo a ser reproduzido pelo público infantil de várias gerações até a síndrome consumista do “complexo de Barbie”.

O maior problema em relação à Barbie é a influência nos padrões estéticos, de beleza, comportamentais e consumistas. Há mais de 40 anos no mercado, ela vem determinando uma mudança de comportamento feminina. Em seu "mundo cor-de-rosa" ela apresenta uma ideologia que confronta os padrões bíblicos, ou seja, apresenta a mulher como o mundo quer que ela seja, e não como Deus se agrada.

Em contradição com os valores morais cristãos, que devem ser intrínsecos ao ser humano, a Barbie apresenta uma referência de corpo, beleza e aparência ideal, porém externos e transitórios, que são absorvidos pelo seu público alvo principal: as crianças.

Os pais se mostram indiferentes a esta absorção, muitas vezes pela falta de tempo ou atenção, deixam suas filhas consumidoras a mercê destes padrões, só tomando consciência dessas influências por meio de conseqüências graves, como a anorexia e a bulimia, por exemplo.

Às vezes me questiono se estes brinquedos são um objeto de consumo ou um bem ideológico? Pois eles estimulam significativamente a capacidade representativa da imitação, de forma generalizada. Não é a toa que são vendidas 120 milhões de exemplares a cada ano, o que significa que três Barbies são vendidas por segundo, além de ser cotada como referência por garotas do mundo todo. Mas a absorção deste produto vai além dos números, pois aparenta um caráter ideológico cuja mídia se encarrega de veicular. A imagem da Barbie passa a ser um modelo, através dos tempos, sem mesmo que as pessoas se deem conta disto.

O poder de persuasão desta personagem está no fato de que contribuem para a formação do caráter da criança, que brincam de ser e se portar como ela: individualista, consumista, sem vinculo familiar, etc, etc... Características encontradas nas várias versões da boneca Barbie. Uma influência super negativa para nossas filhas, com certeza! Hoje nos encontramos em uma sociedade onde a beleza espiritual é o que menos importa, pois a beleza física é considerada solução para tudo.

Sem dúvida a Barbie é um objeto de alienação, se levarmos em consideração o seu mundo de fantasia, uma realidade distorcida e utópica de um glamour cor de rosa. Então ela não educa, mas ilude, pois causa uma falsa sensação de status, em detrimento da formação do verdadeiro caráter moral, baseado em princípios idôneos.

"Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as cousas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.” - 1 Cor 6:12

Cabe ao cristão atentar, com diligência, para as coisas que a Bíblia nos exorta, para que em tempo algum nos desviemos da Palavra (Hb 2:1)

Convém ouvir as coisas de Deus, pois elas nos trazem santidade e a vida eterna. Convém a nós ouvir e fazer uma separação entre os padrões do mundo e os mandamentos de Deus.

www.todososcatolicos.com
DVDs, Artigos e Livros Gratis!
FREE DVDs & VIDEOS
WATCH & DOWNLOAD ALL OUR DVDs & VIDEOS FOR FREE!