Animais, Imagens e Fotos de Animais, Selvagens, Vertebrados e Invertebrados, Extintos, Estranhos, Peçonhentos

A seção "Animais" reúne uma gama de indivíduos eucarióticos, multicelulares e de nutrição heterotrófica - ou seja: não produzem seu próprio alimento. A maioria deles tem capacidade de locomoção, possui órgãos dos sentidos e sistema nervoso.

Existem mais de um milhão de espécies animais, distribuídas em todo o mundo, nos mais diversos ambientes. Estes podem ter tamanho microscópio, como alguns nematelmintos; ou muito grande, como baleias e girafas.

Animais exercem, na cadeia alimentar, a função de consumidores, sendo do tipo primário quando tem vegetais como fonte alimentar.

A parte da Biologia que estuda os animais se chama Zoologia; e pode ser dividida em Zoologia dos Invertebrados e Zoologia dos Vertebrados.

Animais Selvagens

Os animais podem ser classificados entre domésticos e selvagens. Os domésticos são aqueles que convivem pacificamente com os humanos e geralmente são chamados de animais de estimação. Já os animais selvagens são aqueles que não podem ser domesticados, ou seja, que vivem livremente na natureza. Os animais selvagens também são chamados de animais silvestres. Eles vivem livremente na natureza, com seus próprios hábitos e rotinas, sem a interferência do homem. Eles têm regras definidas entre eles e mantém o equilíbrio da natureza.

Alguns tipos de animais selvagens correm o risco de extinção, já que são caçados pelo ser humano. Isso, além de proporcionar o desaparecimento de uma espécie ainda faz com que haja desequilíbrio ambiental, já que cada animal selvagem tem um papel fundamental a desempenhar na natureza.

Os animais selvagens não conseguem se adaptar ao convívio com o ser humano e por isso mesmo são alvos de caça. Algumas sociedades consideram esses animais agressivos e até mesmo um perigo, então preferem caçá-los a preservar o ambiente.

Um animal selvagem não ataca o ser humano de propósito. Na verdade na maior parte do tempo é o próprio homem que provoca o ataque. Isso acontece porque ele invade o ambiente natural e acaba assustando o animal, ou acaba desequilibrando sua cadeia alimentar, então o animal selvagem precisa buscar outras alternativas de alimentação para poder sobreviver.

Os animais selvagens desempenham um papel muito importante na cadeira alimentar e no ecossistema do planeta. Eles vivem em harmonia no seu habitat natural. Alguns exemplos de animais selvagens podem ser o lobo, leão, girafa, tigre, hipopótamo, rinoceronte entre outros.

Picture 1 Picture 2 Picture 3
Picture 4 Picture 5 Picture 6
Picture 7 Picture 8 Picture 9
Picture 10 Picture 11 Picture 12

Invertebrados

O Reino Animalia é dividido, artificialmente, em invertebrados e vertebrados (esses últimos, os possuidores de espinha dorsal e caixa craniana). Essa divisão tem como único objetivo facilitar o estudo dos animais – tanto é que não existem pós-graduações em Zoologia dos Invertebrados e Zoologia dos Vertebrados, e sim em Zoologia.

Talvez seja por esse motivo que este reino é, muitas vezes, incompreendido, sistematicamente falando, principalmente no que se diz respeito aos invertebrados.

Assim, para entender melhor sobre este grupo, vamos nos recordar das seguintes subdivisões (o famoso ReFiCOFaGE):

Reino – Filo – Classe – Ordem – Família – Gênero - Espécie

Com as mais diversas formas e tamanhos, os invertebrados desempenham diversas funções em cadeias alimentares, contribuindo com a dinâmica populacional de toda a teia alimentar. Os filos dos poríferos, cnidários, platelmintos, nematelmintos, moluscos, anelídeos, artrópodes e equinodermos são os representantes desse grupo. Assim, de parasitas a fontes de alimentos, esses seres fazem parte de nossa vida e dia a dia.

Dentre esses oito, os artrópodes merecem destaque especial, por constituírem o grupo mais diversificado e com mais representantes – contribuindo para que os invertebrados dominem cerca de 99% do Reino Animalia.

Com exoesqueleto de quitina, corpo segmentado, apêndices articulados, tamanho diminuto, respiração aérea e capacidade de voar que alguns possuem, estes animais conquistaram os mais diversos ambientes de terra firme.

Os artrópodes são divididos em subfilos e estes, em classes. Dentro do Subfilo Uniramia encontramos as Classes Diplopoda, representada pelos piolhos de cobra; Chilopoda, pelas centopeias; e Insecta, por uma gama de representantes, sendo, inclusive, a única que abriga animais alados. Baratas, cupins, traças-de-livro, libélulas, gafanhotos, bichos-pau, piolhos, barbeiros, besouros, borboletas, cigarras, abelhas, mosquitos e pulgas são alguns poucos exemplos desses animais.

Dessa forma, podemos perceber que todo inseto é artrópode. mas nem todo artrópode (filo), é inseto (classe)! Por exemplo, as aranhas: são invertebrados e artrópodes, mas pertencem à outra classe: à dos aracnídeos e, portanto, não é inseto, como é diversas vezes confundida.

Picture 13 Picture 14 Picture 15
Picture 16 Picture 17 Picture 18
Picture 19 Picture 20 Picture 21
Picture 22 Picture 23 Picture 24

Extintos

Ações humanas, como o desmatamento, queimadas, excesso de lixo e poluição, têm prejudicado o meio ambiente. Assim, a flora (plantas) e fauna (animais) acabam sendo muito prejudicadas.

A destruição da flora, além das muitas consequências que pode provocar, faz com que inúmeros animais tenham seus territórios comprometidos. Alguns até mesmo perdem suas fontes de alimento, restando como única opção buscar outros locais – se tiverem a sorte de não morrerem antes.

Quando dizemos que uma espécie está ameaçada de extinção, quer dizer que ela está deixando de existir, ou seja, está havendo uma diminuição muito grande no número de animais das suas populações. Com isso, sabemos que aquela espécie poderá acabar em breve, caso não seja protegida.

Quando o número de animais de uma mesma espécie diminui, um dos problemas que pode ocorrer é o aumento do número de indivíduos das espécies das quais estas se alimentam, e a diminuição de outras.

Exemplo:

Poucas águias, muitas cobras => Muitas cobras, poucos sapos => Poucos sapos, muitas moscas.

Com esse aumento e diminuição de espécies, imagine o quão prejudicado fica o meio ambiente! Nesse exemplo específico, então, pense nos problemas que podem acontecer, considerando que moscas podem transmitir doenças...

O Brasil é um dos países que possui o maior número de animais, das mais diferentes espécies, em diversos ambientes. Dessas, mais de 600 se encontram ameaçadas de extinção. Isso é muito sério e também triste, pois sabemos que cada espécie é única, e todas são muito importantes para o meio ambiente.

LISTA DOS PRINCIPAIS ANIMAIS EXTINTOS

Nome do Animal – Época da Extinção – Local onde foi visto pela última vez

Auroque - século XVII - Polônia

Pássaro Dodo - 1693 - Ilhas Maurício

Dugongo de Steller - 1768 - Alasca

Palanca azul - século XIX - África

Pato do Labrador - século XX - Canadá

Periquito da Carolina - século XX - EUA

Lobo de Ezo - 1889 - Norte do Japão

Raposa das Falkland - 1876 – Ilhas Malvinas (Argentina)

Tarpan - século XIX - Polônia

Urso do Atlas - 1844 - Norte da África

Vison Marinho - 1894 - Canadá

Urso Gigante de Kamchatka - 1920 - Sibéria

Onça do Arizona - 1905 - sul dos EUA

Caribu anão - 1908 - Norte do Canadá

Lobo de Honshu - 1905 - Japão

Wapiti de Merriam - 1906 - oeste dos EUA

Pombo passageiro - 1914 - América do Norte

Leão do Atlas - 1922 - Norte da África

Bisão Caucasiano - 1927 - Montes Cáucaso

Galinha do Mato - 1932 - Nordeste dos Estados Unidos

Tigre da Tasmânia - 1936 – Ásia

Tigre de Bali - 1937 - Ilha de Bali

Cervo de Schomburgk - 1938 - Tailândia

Avestruz Árabe - 1942 - Oriente Médio

Rã Pintada da Palestina - 1955 - Palestina

Tigre do Cáspio - 1980 - Cáucaso

Tigre de Java - 1988 - Ilha de Java

Ibex dos Pirineus - 2000 - norte da Espanha e sul da França.

Picture 25 Picture 26
Picture 28 Picture 29 Picture 30
Picture 31 Picture 32 Picture 33
Picture 34

Animais estranhos

Imperador Tamarin

Ele vive nas selvas do peru Bolívia e Brasil. É um macaco pequeno, com uma cauda maior que o corpo.

Macaco da cara branca

Adivinha de onde é este bicho? Isso mesmo, Brasil.

Anta pintada

Os índios costumam usar estes animais quando filhotes como bichinhos de estimação.

Hagfish

Este é um peixe. Não, não é um caracol. Para se defender, ele secreta uma baba gosmenta que o ajuda a escapar dos predadores. O animal se alimenta fazendo um buraco no corpo (do outro peixe morto e em caso de defuntos jogados na água, no ser humano) onde enfia esse monte de dente. O hagfish é parente da lampreia, que parece com ele e pode parasitar outros peixes e até gente. O movimento desses animais se dá quando ele cria um nó no próprio corpo e com ele consegue se propelir em direção à vítima.

Toupeira do nariz de estrela

O nome diz tudo.

Macaco de tromba

Tatu-fada rosa

Este é o menor tatu do mundo. Um bichinho microscópico e cor de rosa. 90 a 115 milímetros. Da Argentina.

www.todososcatolicos.com
DVDs, Artigos e Livros Gratis!
FREE DVDs & VIDEOS
WATCH & DOWNLOAD ALL OUR DVDs & VIDEOS FOR FREE!